RESPONSÁVEL

SERGEY SHUMILOV

Tel.:+55 61 3223 3094, 3223 40 94









SOBRE BOLSAS DE ESTUDO NA RÚSSIA
 

1.A página da Agência Federal de Assuntos da Comunidade dos Estados Independentes, de Compatriotas no Exterior e de Cooperação Internacional Humanitária da Federação da Rússia (Rossotrudnichestvo) em São Paulo:

https://www.facebook.com/rossotrudnichestvosaopaulo/

2.A página dedicada às questões do ensino na Rússia no âmbito do contrato ou quota, financiada pelo orçamento federal:

https://www.facebook.com/Blosas-de-estudos-na-Federação-da-Rússia-1547225192273258/

Desde 2014 foi estabelecida uma nova regra da seleção dos cidadãos estrangeiros para estudar na Rússia no âmbito da «quota por país»

http://rs.gov.ru/activities/10/projects/16

A seleção é realizada de acordo com o plano de admissão para o ensino dos cidadãos estrangeiros no ano letivo, aprovado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, Ministério da Educação e Rossotrudnichestvo, em duas etapas.

No território do país estrangeiro a seleção na primeira etapa é realizada pelo assim chamado «operador único». Desde 2015 essa função cabe aos representantes da Rossotrudnichestvo no exterior (no caso de ausência de tal representação a seleção cabe às representações do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo).O resultado dessa seleção da primeira etapa se transforma em uma lista dos cidadãos estrangeiros, escolhidos para o ensino na Rússia no âmbito das quotas, que é enviada para a Representação Central da Rossotrudnichestvo e depois para o Ministério da Educação.

Durante a segunda etapa o Ministério da Educação verifica os documentos dos candidatos e submete-os para a consideração de instituições do ensino superior. As universidades consideram as aplicações e informam o Ministério da Educação sobre os resultados. O Ministério da Educação emite encaminhamentos para o ensino dos cidadãos estrangeiros nas concretas instituições da educação e efetua o envio desses documentos às universidades e ao mesmo tempo envia informações ao Departamento Consular do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo para preparar instruções a respeito da concessão de vistos de ensino.

Depois os cidadãos são informados sobre a segunda etapa da seleção e recebem nos consulados russos no exterior os vistos de entrada.

Segundo os planos de admissão para os anos letivos de 2017/2018, o Brasil possui 58 vagas.

Desde o ano passado funciona o único sistema eletrônico de admissão de documentos –russia.study. Nesse site os candidatos preenchem aplicações para o ensino tanto no âmbito de contrato quanto através da quota.