As relações diplomáticas entre a Rússia e o Brasil foram estabelecidas no dia 3 de outubro de 1828. Depois foram interrompidas duas vezes: em 1917, depois da Revolução de Outubro (reestabelecidas em 1945) e em 1947 por causa do golpe militar no Brasil (reestabelecidas em 1961). O Brasil foi um dos primeiros países a reconhecer a Federação Russa como o sucessor legal da União Soviética (26 de dezembro, 1991). Desde 1994, as relações bilaterais entre a Rússia e o Brasil são caracterizadas pela dinâmica positiva de contatos políticos a todos os níveis. Em 1997 foi criada a Comissão Russo-Brasileira de Alto Nível de Cooperação , encabeçada pelo Chefe do Governo da Federação Russa e o Vice- Presidente do Brasil. Em junho de 2000 os dois países assinaram o Acordo básico sobre as relações de parceria. Em novembro de 2004 o Presidente da Federação da Rússia Vladimir Putin visitou o Brasil – foi a primeira visita do Presidente russo neste país na história das relações bilaterais. No ano seguinte, o seu homólogo brasileiro Luíz Inácio Lula da Silva fez uma visita de retorno a Moscou, o Acordo sobre a criação de "aliança estratégica russo-brasileira" celebrado durante a reunião. Em 2008, nossos países comemoraram o 180º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas, o acordo para abolir o regime de vistos para viagens curtas fechado neste ano.

Em 3 de outubro completaram-se 185 anos desde o estabelecimento das relações diplomáticas entre a Rússia e o Brasil. Por esta ocasião o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia e seu homólogo brasileiro efetuaram uma troca de mensagens de congratulaçoes, emfatizando coincidência de posiçoes na arena internacional e importância de futuro dezenvolvimento da cooperação. Ambos os países são adeptos da observância de direitos humanos, valores democráticos, respeito da soberania nacional, primazia do direito internacional, reforma dos institutos da governança econômica e financeira global e consolidação do papel central do Conselho da Segurança das Nações Unidas.

Nos últimos anos as relações russo-brasileiras vêm ficando cada vez mais compreensivos, incluindo cooperação na área da economia e finanças, energia, defesa, ciência e tecnologia, agricultura, cultura, educação e esporte. Segundo o chefe da diplomacia russa S. Lavrov, a cooperação de parceria entre a Rússia e o Brasil no âmbito da ONU, BRICS, G20 e OMC representa um fator importante da estabilidade global.